O site da Animais Curiosos utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

6 dicas de como cuidar de canário

6 dicas de como cuidar de canário

Os canários são sem dúvida uma das espécies de pássaros mais populares, tornando-se num animal de estimação ideal devido a sua bonita aparência e o seu agradável canto. Mas como todos os animais, também necessitam de certas atenções, por isso nós do Blog Animais Curiosos damos-lhe algumas chaves para que saiba como cuidar de canário e garantir-lhe uma vida saudável.

Como cuidar de canário – Gaiola

O primeiro passo é adquirir ou construir uma gaiola espaçosa. O canário gosta de voar de um lado para o outro, portanto é importante que a gaiola seja bem ampla, mas não necessariamente alta. A localização da gaiola é muito importante, devemos escolher um espaço em que não haja demasiado sol ou vento muito forte e em que o canário esteja livre de ser atingido por outros animais. Isto é especialmente importante se decidirmos colocá-lo no jardim de uma casa, por exemplo. Ela deve ficar perto de uma parede para dar uma sensação maior de segurança ao passarinho. Pendure a gaiola ou coloque-a em um suporte de modo que ela fique a aproximadamente 1,80 m acima do chão. Certifique-se que a gaiola está muito bem fixada à parede, de modo que o canário fique seguro quando voar de um lado para o outro, sem o perigo de se ferir.

Como cuidar de canário – Acessórios para diversão

Apesar do seu canário estar em uma gaiola, é possível que ele se divirta com alguns acessórios simples, como poleiros. Portanto, compre poleiros de madeira em uma loja de produtos para animais. Adquira opções com diâmetros diferentes para criar uma diversidade de ambientes para o pássaro. Ele prefere voar na horizontal e não para cima e para baixo, então coloque os poleiros nas laterais da gaiola, um em frente ao outro. Outra opção, é comprar balanços para o seu pássaro, mas lembre-se não se esqueça de colocá-lo no canto para não atrapalhar o voo da ave pela gaiola.

Como cuidar de canário – Limpeza e higiene

Um aspecto muito importante no cuidado do canário é a limpeza da gaiola. Coloque sempre papel de jornal no fundo da gaiola, para quando for limpar a gaiola ser mais fácil retirar os excrementos e a sujidade que cai para o chão. É recomendado trocar esse papel todos os dias, além de trocar os recipientes de água e comida diariamente. Para uma limpeza ainda melhor, considere, uma vez por semana, desinfetar a gaiola toda com água e sabão, mas evite usar água sanitária. Lembre-se caso a gaiola ficar suja, o pássaro pode ficar suscetível a doenças.

Como cuidar de canário – Cuidados

Não se esqueça de cortar as unhas do seu canário. As unhas desse pássaro devem ser aparadas mais ou menos duas vezes por ano para que fiquem saudáveis. Entretanto, existem veias dentro delas que, se cortadas, podem causar um sangramento perigoso e até mesmo fatal. Fale com o veterinário para saber direitinho como cortar as unhas da ave.

O canário prefere dormir no escuro. Se houver algum barulho ou luz na casa, cubra a gaiola com uma toalha ou cobertor durante a noite para que o passarinho consiga dormir. Assim, também estará a protegê-lo do frio e de algum insecto que poderá perturbar-lhe a sua tranquilidade.

Como cuidar de canário – Alimentação

Como todos os animais, eles precisam se hidratar, por isso forneça água sempre. O canário pode morrer se ficar 24 horas sem água, portanto é preciso colocar uma vasilha grande na gaiola e reabastecê-la sempre. A água de torneira é o suficiente para o passarinho, mas, se na sua localidade a qualidade não for boa, por que não utilizar água filtrada?

A ração em grãos é a melhor opção, pois ela tem a adição de uma quantidade maior das proteínas e vitaminas que o canário precisa. No entanto, se ele não estiver acostumado com esse tipo de ração, provavelmente vai se recusar a comê-la. Você pode tentar fazer a transição para a ração granulada, mas devagar e com cuidado. Essa transição deve ser gradual, alimentando-o com uma mistura de sementes e ração em grãos, com o passar do tempo vá diminuindo a quantidade de sementes na refeição.

como cuidar de canário - Alimentação

Caso você não consiga fazer o seu canário se alimentar de ração granulada, ele ficará com carência de proteína. Uma boa maneira de aumentar a quantia do nutriente na dieta do passarinho é cozinhar um ovo por 15 ou 20 minutos, deixá-lo esfriar e colocar pedaços pequenos no pratinho de ração duas vezes por semana. Também existe a opção em de comprar proteína para pássaros em algumas lojas.

Cerca de 20 a 25% da dieta diária da ave deve ser composta por frutas ou legumes. Diariamente, lave e corte frutas e legumes em pedacinhos bem pequenos e coloque menos de 1 colher de sopa em uma vasilha separada. Sempre varie os tipos de frutas e legumes. Algumas opções boas de frutas e legumes que devem ser oferecidos são: maçã, aspargos, banana, beterraba, brócolis, repolho, melão, cenoura e suas folhas, coco, milho, uva, couve, kiwi, manga, laranja, mamão, pêssego, pera, abacaxi, ameixa, romã, abóbora, framboesa, espinafre, abobrinha, morango, batata doce, tomate.

Como cuidar de canário – Doenças

 Os canários são aves fortes, mas você deve ficar atento a sinais de doenças para que possa levá-lo ao veterinário se houver algo errado com ele. Preste atenção na perda de apetite e na perda rápida de peso. Outros sinais de doenças incluem excrementos que não sejam brancos ou pretos, chiado no peito, letargia, muda de penas fora da época e penas eriçadas. Se o canário ficar com as penas eriçadas por muito tempo, pode ser que ele esteja com muito frio e, se ele ficar com as asas afastadas do corpo, talvez ele esteja com muito calor. Considere colocar uma banheira com água morna para seu animal, além de evitar ele passar calor, ele ainda se divertirá com esse acessório. Lembre-se o pássaro prefere temperaturas entre 15,5 ºC a 20 ºC.

 Como cuidar de canário – Conclusão

Muitas pessoas não costumam levar estes animais a consultas médicas, no entanto não é demais fazê-lo pelo menos uma vez por ano para certificar-se de que tudo está bem, por fim se decidiu ter um animal de estimação lembre-se que precisa dos cuidados mínimos.

Este artigo é meramente informativo, não temos capacidade de receitar nenhum tratamento veterinário nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a levar o seu pet ao veterinário caso este apresente qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE