Publicidade

Como fazer cão e gato conviverem juntos?

Como fazer cão e gato conviverem juntos?
Publicidade

Nem sempre precisamos escolher entre cão e gato, visto que eles podem muito bem conviverem juntos, você só vai precisar aprender como fazer isso.

É normal, quando se pensa em cão e gato que a imagem que surja na sua cabeça é de dois animais inimigos, que vivem em pé de guerra e não conseguem ser pacíficos um com o outro.

Porém, é totalmente possível promover uma convivência até harmoniosa entre essas duas espécies tão diferentes.

Entretanto, é preciso seguir algumas dicas para que essa convivência seja a melhor possível.

Então, se você estar pensando em adotar um novo membro para sua família, seja ele um cão ou gato, fique atento a essas recomendações.

Leia também: Quais os melhores petiscos para cães? 

Como fazer cão e gato conviverem juntos?

Apresentando o novo inquilino

Tanto faz se o novo animal que chegou é um cão ou um gato, é preciso que eles sejam apresentados da melhor forma possível e esse momento deve ser bem pensado.

Não é recomendado que você coloque cão e gato juntos sem qualquer tipo de preparo, apenas deixando ambos no mesmo ambiente e esperando que eles sejam amigos.

Ao fazer isso, o cenário pode se tornar digno de um filme de terror e até sangrento.

Por esse motivo, antes de levar o novo animalzinho, certifique-se que o pet que já mora com você esteja bem alimentado, descansado e relaxado, assim o instinto de caça será amenizado.

Para apresentar os dois, alguns conselhos se fazem necessários:

  • Corte as unhas do gato, assim ele não poderá ferir o cão;
  • Deixe os dois amarrados para que não possam se machucar;
  • Faça a aproximação devagar, não force a união e deixe que se cheirem e se conheçam;
  • Caso a aceitação seja boa, vá dando prêmios para ambos, como comidas ou outras guloseimas;
  • Se o encontro seguir pelo caminho agressivo, reprenda os dois. Depois deixe cada um em um quarto e repita novamente o processo.

Esses são os passos iniciais para a apresentação harmoniosa entre o cão e gato.

Algumas dicas ainda se fazem necessárias para que a convivência caminhe sempre para o lado positivo.

Leia também: 7 sinais que seu cachorro dá quando precisa ir ao veterinário

Comidas separadas

Quando eles já estivem convivendo bem, preze sempre pela boa relação de ambos.

Sabendo disso, coloque a comida desses bichinhos separadas, pois tanto os cães como os gatos são animais predadores.

Além disso, a comida do cachorro pode fazer muito mal para o gatinho, logo você precisa de bastante atenção.

Não deixe que um coma a comida do outro, estabeleça limites, pois assim eles conseguirão se respeitar e conviver bem.

Desse modo, se faz necessário que exista um ambiente apropriado para que cada um consiga fazer as suas refeições.

Leia também: Alimentação natural para gatos 

Ambientes de higiene separados

Assim como a alimentação, o ambiente de higiene de cão e gato devem ser diferentes.

A caixa de areia do gato deve sempre ficar longe do cachorro, assim como as fezes do cão devem ser recolhidas e jogadas no lixo adequado.

O motivo disso é que os animais são curiosos e, por isso, podem acabar tentando invadir um o espaço do outro e se isso acontecer a cena não vai ser muito agradável.

Brinquedos para ambos

Esse conselho pode até parecer meio óbvio, mas ele é bem útil, pois esses animais tendem a ser ciumentos e um brinquedo já será motivo suficiente para desencadear uma briga.

Então, espalhe vários brinquedos, de diversas cores, que emitam sons, assim terá distração para todos sem precisar apelar para a agressividade.

Não deve existir distinção entre os brinquedos do cão e gato, mas é preciso que exista variedade.

Dê tempo para o gatinho

Se você tem um gato e acabou de adotar um cachorro, você precisa então dar um tempo para o seu bichinho.

É comum que ele fique mais arrisco e se esconda de maneira frequente, pois ele estará desconfiado com o novo morador.

Para evitar conflitos, você vai precisar oferecer refúgios para o gatinho, pois ele pode acabar se tornando agressivo e isso irá se tornar um problema bem sério.

Tenha paciência com o cachorro

Agora, se você já tem o cachorro e o gato é o novo morador, é necessário que alguns cuidados também sejam tomados.

O principal deles é tentar manter o cachorro um pouco distante no começo, pois os gatos são desconfiados e podem interpretar a aproximação do cãozinho como um ataque.

No mais, unir cão e gato vai exigir que você seja bem paciente, pois essa pode ser uma tarefa bem complicada de início.

Se você já tentou todas essas dicas e não obteve sucesso, nós recomendamos que você peça ajuda de um profissional, pois existem casos em que apenas uma ajuda especializada consegue resolver o problema.

Publicidade

Envie seu comentário

Animais

Veja mais

Aves

Veja mais

Cães

Veja mais

Gatos

Veja mais

Natureza

Veja mais
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE